20/08/2017 07:50

Cerca de 40 famílias selecionadas para o Residencial Vida Nova ainda não apresentaram documentação

Caso não sejam atualizados os dados, os cadastros poderão ser substituídos da lista


O Departamento de Habitação da Prefeitura de Lucas do Rio Verde alerta que cerca de 40 famílias selecionadas para o Residencial Vida Nova ainda não apresentaram documentação necessária para atualização cadastral. Isso se faz necessário para que o dossiê possa ser encaminhado para a Caixa Econômica Federal para andamento do processo do Programa Minha Casa Minha Vida, Faixa I.

A partir da divulgação da lista com 350 cadastros principais e 105 cadastros de reserva pelo Conselho de Habitação, o departamento começou a entrar em contato com todas as pessoas indicadas, porém, em alguns casos, os dados informados estão incorretos, impossibilitando o chamamento de todos. “Estamos fazendo um apelo para essas pessoas que estão faltando para que procurem até quarta-feira, no máximo, o departamento na prefeitura para atendimento e apresentação de documentação. O prazo dado já foi esticado e mesmo assim faltam famílias. Nós estamos atendendo tanto o cadastro reserva quanto o cadastro principal”, explica diretor do Departamento de Habitação, Alexandre Maranho.

De acordo com ele, para que a documentação seja enviada à Caixa Econômica Federal é preciso atualizar 100% dos cadastros da lista. “Na próxima semana terá reunião do Conselho de Habitação para definir o que será feito. Se essas pessoas não comparecem até a próxima quarta-feira, no máximo, o conselho poderá decidir pela substituição de cadastros. Enquanto estiver faltando gente na atualização, não podemos mandar o dossiê para a Caixa”, destacou.

Para atualização cadastral são exigidos documentos pessoais, como RG, CPF, certidão de nascimento ou casamento, comprovantes de renda e de endereço, e se a pessoa tem um membro da família que é deficiente também é preciso apresentar a documentação comprobatória.

Quanto às denúncias, Maranho explica que o prazo terminou no dia 12 de maio e que agora o Conselho de Habitação está em fase final de apuração. Foram protocoladas cerca de 50 denúncias. “Na próxima reunião do conselho, será verificado o que será feito dessas denúncias, se vai haver substituição ou se não teve procedência, isso o conselho vai decidir”, informou.

Horário de Atendimento 09h às 11h | 13h às 15h - segunda a sexta feira
Av. América do Sul, 2500-S - Parque dos Buritis - (65) 3549-8300