06/03/2021 11:08:13
https://www.lucasdorioverde.mt.gov.br/site/noticias/8153/

Informativo da Saúde para ambientes de trabalho e população em geral

Prefeitura de Lucas do Rio Verde esclarece sobre medidas de prevenção
Por Secretaria Municipal de Saúde
26/06/2020 17:53:00

(Foto: Ascom Prefeitura)


Ajustar tamanho da fonte:

PANDEMIA COVID-19

ORIENTAÇÕES GERAIS - HÁBITOS DE PREVENÇÃO

 

Para auxiliar os ambientes de trabalho de forma geral a lidar com o panorama da Covid-19 de maneira preventiva e mais assertiva, trazemos algumas dicas importantes a serem compartilhadas com todos os funcionários e colaboradores:

  1. Utilizar máscara por todo o período de trabalho (que cubra adequadamente boca e nariz). Que o chefe imediato e todos os colegas façam a supervisão e cobrança sobre o uso devido da máscara;
  2. Evitar tocar a máscara e não tirar para conversar;
  3. Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca;
  4. Lavar frequentemente as mãos e punhos com água e sabão, especialmente após contato direto com pessoas e objetos contaminados;
  5. Na ausência de água e sabão, utilizar álcool 70% para a antissepsia das mãos;
  6. Evitar adornos nas mãos e punhos;
  7. Manter distância entre as pessoas (não encostar, não abraçar, evitar ficar aglomerado em ambiente pequeno, não realizar lanche coletivo em ambiente fechado);
  8. Realizar a desinfecção da bancada individual de trabalho pelo menos 1x a cada período de trabalho (mesa, teclado, mouse, telefone, cadeira e etc). No caso de superfícies, objetos de uso coletivo/compartilhado como mesas, computadores e telefones, estes devem ser desinfetados antes de cada uso;
  9. Para o caso de uso coletivo de veículos, recomenda-se a higienização da maçaneta, volante, câmbio, freio de mão, antes de utilizá-lo. E após o uso, a correta higienização das mãos;
  10. Intensificar a desinfecção de locais de uso habitual e coletivo (maçaneta, corrimão, interruptor, controle remoto e etc), várias vezes por dia;
  11. Não compartilhar objetos de uso pessoal como canetas, copos e garrafas;
  12. Funcionários que trabalham no atendimento direto ao cidadão como recepcionistas, balconistas, administrativos de recepções/guichês que atendem várias pessoas em seguida com compartilhamento de papéis/documentos, estes devem higienizar as mãos com álcool 70% após cada atendimento;
  13. Manter os ambientes ventilados e aumentar a frequência de limpeza dos ambientes em geral;
  14. Ao chegar em casa, tirar e deixar o calçado do lado de fora, deixar a roupa na lavanderia, lavar as mãos e antebraços antes de adentrar no domicílio;
  15. Beber bastante líquido e cuidar da alimentação para que não haja queda da imunidade.

 

Além das medidas acima serem necessárias no ambiente de trabalho, é imprescindível que tais hábitos também sejam praticados na vida pessoal/social:

  1. Só saia de casa se necessário. Uma pessoa por vez. Utilize dos serviços online e delivery;
  2. Se precisar sair de casa, use máscara e mantenha distância mínima de 1,5 m entre as pessoas;
  3. Evite aglomerações, mesmo que pequenas;
  4. Exija dos estabelecimentos higienização das mãos na entrada e saída;
  5. Ao chegar em casa, tire os sapatos, a roupa e tome banho;
  6. Assim que chegar em casa, higienize os produtos adquiridos.

 

Algumas perguntas frequentes:

Se eu apresentar sintomas gripais (tosse, dor de garganta, febre e etc), o que devo fazer?

  • Não sair de cada e procurar orientação/atendimento de saúde para avaliação e condução (pode ser feito via teleatendimento Telelucas, via Unidades Sentinelas ou com seu médico de confiança);
  • Caso seja considerado suspeito para COVID-19 (estiver enquadrado nos critérios do Ministério da Saúde), será coletado exame no momento oportuno e ofertado atestado para o paciente e seus contatos domiciliares;
  • O tratamento com medicamentos depende da conduta e prescrição do médico e não é preciso aguardar resultado de exame;
  • O isolamento permanecerá até que saia o resultado do exame para COVID-19. Em caso de resultado Negativo – paciente e contatos retornam ao trabalho e atividades habituais, em caso de resultado Positivo – paciente e contatos permanecem em isolamento até completar 14 dias do início dos sintomas.

 

Se alguém da minha família (residente do mesmo domicílio) apresentar sintomas gripais e for suspeito de COVID-19, o que devo fazer?

  • Não sair de casa para trabalhar, comunicar o chefe imediato e aguardar as orientações do médico que fará o atendimento do paciente (por teleatendimento, presencial nas Unidades Sentinelas ou com seu médico de confiança);
  • Se o paciente for considerado suspeito de COVID-19, ele coletará exame e receberá atestado para si e para os seus contatos domiciliares. O tratamento medicamentoso poderá ser iniciado imediatamente, a depender da conduta e prescrição do médico;
  • O isolamento permanecerá até que saia o resultado do exame para COVID-19. Em caso de resultado Negativo – paciente e contatos retornam ao trabalho e atividades habituais, em caso de resultado Positivo – paciente e contatos permanecem em isolamento até completar 14 dias do início dos sintomas.

 

Se um colega de trabalho, vizinho, parente ou conhecido for suspeito ou confirmado de COVID-19, o que devo fazer?

  • A partir do momento em que é estabelecida transmissão local e comunitária do vírus (caso de LRV atualmente), os Manuais e Boletins do Ministério da Saúde orientam como regra geral o isolamento apenas dos CONTATOS DOMICILIARES dos casos suspeitos e positivos de COVID-19, ou seja, apenas de quem mora na mesma casa que o paciente. Pois, presume-se que todos estão utilizando máscara adequadamente, tomando os cuidados de higiene e distanciamento entre as pessoas;
  • Salientamos que algumas situações pontuais poderão ser avaliadas durante a investigação do caso suspeito. Por exemplo: Hipótese 1 - paciente suspeito/positivo esteve por horas em reunião em local fechado, sem utilizar máscara e sem manter o distanciamento entre as pessoas presentes; Hipótese 2 – paciente suspeito/positivo no mesmo carro com o colega, ambos sem máscara e compartilhando objetos como papéis e caneta. Com o exposto, cada situação deverá ser analisada cuidadosamente durante a investigação pelo profissional de saúde. Reiteramos assim, a importância do uso de máscara, medidas de higiene e distanciamento.

 

Por que não fazem o exame já nos primeiros sinais de sintomas?

  • Porque infelizmente os exames disponíveis no mundo ainda não são capazes de detectar o vírus no início dos sintomas. O RT-PCR (“padrão ouro” de diagnóstico) deve ser coletado a partir do 3º dia de sintomas e o Teste Rápido apenas após o 7º dia de sintomas. Mas, isso não impede que no tempo de espera para a coleta do exame, o médico já faça a condução do caso com medicações e orientações pertinentes.

 

Por que o exame demora tanto para ficar pronto?

  • A doença é nova e os exames, suas metodologias, ainda não atendem às expectativas do manejo clínico que a doença exige. O exame de diagnostico “padrão ouro” no mundo é o RT-PCR e não são todos os laboratórios que estão habilitados para realizar. Então todas as amostras coletadas são enviadas para os laboratórios centrais e de referência na capital (mesmo os particulares). E com o aumento da quantidade de exames coletados, infelizmente houve um aumento no tempo de espera para os resultados. Mas, isso não impede que no tempo de espera do resultado o médico já faça a condução do caso com medicações, orientações e manejo pertinente.

 

O exame de Teste Rápido e o RT-PCR não são a mesma coisa? Um não substitui o outro?

  • Não. São exames para detecção da COVID-19, porém com metodologias diferentes;
  • Testes IgG/IgM são testes imunocromatográficos, os quais identificam a resposta do organismo ao contato com doença, por isso a necessidade de tempo de contato com o vírus para a sua identificação;
  • RT-PCR (Reverse Transcription - Polymerase Chain Reaction) é um teste de Reação em Cadeia da Polimerase com Transcrição Reversa em tempo real que verifica a presença de material genético do vírus (material da nasofaringe), confirmando que a pessoa se encontra com Covid-19.

 

Se eu sou suspeito de COVID-19, tenho sintomas, eu preciso aguardar o resultado do exame para iniciar os cuidados e o tratamento? Enquanto isso eu posso sair de casa e trabalhar?

  • A partir do momento que você apresenta algum sintoma compatível com síndrome gripal, você e todos os moradores da sua casa não devem mais sair de casa e você deve procurar orientação de saúde (principalmente se estiver no grupo de risco). Existe a recomendação do Ministério da Saúde para início precoce de tratamento (independente de resultado de exame), porém cabe ao médico avaliar individualmente a necessidade e prescrever medicamentos conforme sua conduta.

 

Se alguém da minha casa é suspeito de COVID-19, eu posso sair de casa e trabalhar?

  • A partir do momento em que alguém da sua casa apresentar algum sintoma compatível com síndrome gripal, todos que moram na casa não devem sair de casa e o paciente deve procurar orientação de saúde (preferencialmente por teleatendimento). O paciente deve ficar isolado em um cômodo da casa (mas deve/precisa se movimentar dentro do cômodo), usando máscara, mantendo objetos pessoais separados para o seu uso (até que o caso seja descartado por um profissional de saúde).

 

Eu posso fazer exame de COVID-19?

  • Pelo SUS, os exames estão disponíveis seguindo o protocolo do Ministério da Saúde: RT-PCR para os sintomáticos devidamente notificados pelo serviço de saúde, a partir do 3º dia de sintoma e Teste Rápido para os profissionais de saúde e da segurança pública, sintomáticos, a partir do 8º dia de sintoma. Não é recomendado o exame em paciente assintomático ou fora do momento oportuno, pela falta de efetividade no resultado. Exames de Teste Rápido por amostragem poderá ser realizado apenas para fins epidemiológicos;
  • Na rede particular existem alguns laboratórios devidamente habilitados pelo LACEN para ofertar exames para o COVID-19 (os mesmos do SUS). Contudo, também requisitam de critérios para a sua inteira efetividade.

 

Lucas do Rio Verde tem um Plano de Contingência relacionado a pandemia?

  • Sim. Todos os municípios possuem Plano de Contingência, os quais passam por aprovações dos órgãos superiores. O Plano, tanto da rede básica como da rede hospitalar, funciona com níveis de resposta ao enfrentamento. Portanto, a cada semana o cenário epidemiológico é analisado e as medidas são tomadas para a semana seguinte. E assim sucessivamente.

 

O sistema de saúde está preparado para atender a todos que precisarem?

  • Como já foi visto em todo o mundo, se as pessoas adoecerem ao mesmo tempo o sistema de saúde (tanto público como privado) NÃO será suficiente para atender a todos que precisarem, de maneira adequada. É imprescindível que as pessoas mantenham o isolamento voluntário, não promovam nem participem de aglomerações, mantenham os hábitos de higiene, para que a procura pelo serviço de saúde seja gradativa (o chamado “achatamento da curva” de contaminação).

 

Mas não tem dinheiro suficiente para prover atendimento a todos que precisam?

  • Como já foi visto em todo o mundo, não se trata apenas de recurso financeiro, o sistema de saúde entra em colapso. Com a contaminação de muitas pessoas ao mesmo tempo, uma parcela desses contaminados vão desenvolver a forma grave da doença e vão precisar de internação. Com o aumento acentuado de procura por atendimento, não teremos profissionais suficientes, não teremos equipamentos e medicamentos suficientes no mercado para serem adquiridos.

 

Cada um precisa fazer a sua parte!

Somente juntos vamos vencer!

 

Telefones úteis para o teleatendimento/Telelucas, via Whatsapp:

  • 99238-5498
  • 99978-1582
  • 99235-5710
  • 99236-8514

 

Telefones úteis para contato com a Vigilância, via Whatsapp:

  • 99234-8964
  • 99226-7392
  • 99224-6209
  • 3549-2502

 

 

 

Fonte das informações:

Ministério da Saúde - MS

Agência Nacional de Vigilância Sanitária – ANVISA

Mais em Lucas do Rio Verde


05/03/2021 13:08:00

Conselho Municipal de Educação fiscaliza funcionamento das escolas em Lucas do Rio Verde

Estão sendo realizadas inspeções em todas as unidades escolares que fazem parte do Sistema Municipal de Ensino


04/03/2021 16:59:00

Prefeitura acata decreto estadual enquanto aguarda resposta do governo sobre flexibilizações

O decreto estadual prevê medidas restritivas pelos próximos 15 dias


04/03/2021 10:36:00

Horto Municipal comunica sobre distribuição de mudas

A entrega das mudas será feita exclusivamente no Horto Municipal mediante requisição da Secretaria de Agricultura e Desenvolvimento Econômico


04/03/2021 09:49:00

Novas turmas retornarão às aulas presenciais em Lucas do Rio Verde

A avaliação de quem já retornou com aulas presenciais é positiva


04/03/2021 07:45:00

Edital altera curso introdutório para ACS devido às restrições de horário

Os candidatos devem estar atentos aos dias e horários das aulas


03/03/2021 11:11:00

Classificados do processo seletivo são convocados para atribuição de trabalho

Os profissionais também receberam orientações sobre os direitos e deveres dos servidores


03/03/2021 10:11:00

Prefeitos propõem adequação das medidas restritivas ao Governo do Estado

Gestores indicam flexibilização no toque de recolher e alteração no horário de funcionamento do comércio


02/03/2021 17:22:00

Seletivo: Publicado gabarito preliminar da prova de Psicólogo

O prazo para recursos contra o gabarito preliminar é nos dias 03 e 04 de março


02/03/2021 10:10:00

Colaboradores de creches municipais participam de formação continuada

O objetivo é capacitar os profissionais sobre a importância da linguagem corporal e movimento


02/03/2021 10:02:00

Unemat abre inscrições para contratação de tutor do curso de História

O curso é oferecido na modalidade à distância através da Universidade Aberta do Brasil


01/03/2021 11:57:00

Prefeito Miguel Vaz e vice Marcio Pandolfi recepcionam novos médicos residentes

Os profissionais receberão uma formação para conhecer o sistema de saúde municipal e na sequência integrarão equipes de PSFs